drones regras

Governo americano divulga regras para uso de drones comerciais

Posted by on / 0 Comments

O governo norte-americano anunciou nesta terça-feira, 21, novas regras que vão liberar o espaço aéreo para drones de pequeno porte e que voam em baixa altitude. Sob as novas regras, voos de drones serão aprovados para agricultura, pesquisa e desenvolvimento educacional, além de inspeções em linhas de energia, oleodutos e em antenas. A permissão também inclui ajuda em certas operações de resgate, inspeções em pontes, fotografias aéreas e avaliações de áreas de vida selvagem.

As novas regras, que passam a valer no fim de agosto, autorizam drones que pesam menos de 25 quilos a voar a uma altitude de até 122 metros e a uma velocidade de até 161 quilômetros por hora, caso o equipamento não esteja sobrevoando grupos de pessoas e esteja dentro do campo de visão do piloto.

Os drones não vão poder voar à noite, a menos que tenham iluminação adequada, e devem manter uma distância de pelos menos oito quilômetros de aeroportos.

“Como esta nova tecnologia continua a crescer e se desenvolver, queremos ter certeza de que encontrar um equilíbrio entre inovação e segurança”, disse o secretário de Transportes, Anthony Foxx.

A utilização de drones para entregas de companhias como Amazon e Google, no entanto, vai requerer regulamentação separada.

O chefe da Administração Federal de Aviação dos EUA (FAA, na sigla em inglês), Michael Huerta, não deu nenhuma previsão de quando a regulamentação para entregas será definida. Amazon e Google já disseram que planejam começar o utilizar drones para entregar produtos encomendados pela internet até 2017.

Até agora, as operações de drones comerciais são consideradas ilegais nos EUA, caso o piloto não tenha permissão específica emitida pela FAA.