bloqueiodroneolimpiadas

Anatel autorizou as Forças Armadas do Brasil a usar bloqueadores de sinais de radiocomunicações nas Olimpíadas

Posted by on / 0 Comments

No documento aprovado pela Anatel, as Forças Armadas receberam autorização para, se necessário, bloquear a comunicação em área de drones, antenas, internet via rádio, rádios, televisões e smartphones, por exemplo.
Especificamente, o documento em questão é o Ato 50.265, do dia 1° de fevereiro de 2016. Com a assinatura do presidente da Anatel, João Batista Rezende — conhecido por polêmicas sobre o bloqueio da internet após o fim da franqua —, a agência autoriza o uso de BSR’s (Bloqueadores de Sinais de Radiocomunicações) em “eventos-teste e subordinados, a eles associados, bem como em Operações de Garantia da Lei e da Ordem (GLOs), além dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016”.
O que dizem as autoridades:
O capitão-de-mar-e-guerra, Castro Loureiro, que integra o Estado-Maior do Comando de Defesa Cibernética das Forças Armadas, comentou que ao jornal que sim, existe a possibilidade do bloqueio de smartphones:
“A resolução é mais visando drones. Se tiver um irregular no ar a gente vai bloquear a frequência para derrubá-lo em área neutra, sem machucar as pessoas. Não há essa intenção de bloquear celulares. Agora, em situação de emergência, em um ataque terrorista coordenado por celular, o que você faria? Nesse caso, sim, iríamos bloquear”, disse.
FONTE: TECMUNDO