contratacao

6 dicas infalíveis para contratar um drone com sucesso

Posted by on / 0 Comments

Empresas de imagens aéreas costumam flexibilizar valores se o volume das filmagens for maior ou igual a 3. Eles também podem ter tarifas especiais para vários seguimentos, como casamentos, baladas e eventos promocionais.

O mercado de drones cresce exponencialmente e a cada dia mais e mais pessoas descobrem as inúmeras maravilhas que podem ser feitas com drones, seja para fotografar, filmar ou inspecionar. E para suprir essa demanda do mercado, muitas empresas estão aparecendo e oferecendo estes serviços.

Antes de contratar ou alugar um drone considere bem alguns ítens:

1.) Na hora de fechar o contrato tente ser flexível com datas e horários, pois o tempo é um fator determinante para um voo de qualidade. Ao contratar um drone, verifique a previsão do tempo nos dias do evento. Se um imprevisto acontecer, agendar um segundo dia é sempre a melhor opção.

O fator tempo é determinante para um trabalho de sucesso. Os melhores horários para fazer fotos e vídeos com drones é no período da manhã e ao entardecer. Evite voar com o sol e vento muito intensos.

Geralmente o vento é mais calmo pela manhã e durante a noite. Caso o dia esteja nublado, considere realocar para o dia seguinte. É sempre melhor fazer um voo tranquilo do que arriscar perder tempo e danificar o equipamento.

2.) Analise os projetos já realizados pela empresa que irá contratar. Se você está pensando em fazer imagens aéreas verifique antes o portfólio da empresa. Não apresente seu projeto para qualquer um.

3.) Procure voar em uma área segura usando sempre o bom senso. Ferramentas como o Google Maps, Google Earth e Street View tornam extremamente fácil a vida de quem faz imagens com drones. Não é recomendado que você voe sobre multidões ou sobre o quintal do vizinho sem permissão. Não tenha medo de perguntar ao operador do drone sobre a segurança do voo.

4.) Existem no mercado dezenas de modelos de drones. Os mais comuns são os da marca chinesa DJI. O Phantom é encontrado em praticamente todo lugar. É o mais procurado pela maioria dos fotógrafos aéreos pela sua facilidade de ser encontrado nas lojas. Mas para produzir um vídeo aéreo promocional estilo Hollywood, você vai precisar de equipamentos mais sofisticados, com câmeras mais sofisticas que acompanham também preços “sofisticados”. Verifique sempre os equipamentos da empresa que você está contratando.

5.) Um detalhe muito importante de mencionar na hora de fechar contrato é a Pós-Produção dos vídeos. Para que o trabalho saia perfeito é necessário trabalhar o vídeo, como abertura, efeitos de transição e modelagem.

Para esse trabalho é essencial um profissional que trabalhe com Photoshop, Final Cut Pro ou Premiere. Geralmente os profissionais que fazem as imagens com os drones, oferecem os seus próprios serviços de pós produção. Só não se surpreenda se o trabalho de pós produção custar mais do que o trabalho de fazer as imagens. No grosso modo a pós produção faz a grama ficar mais verde, o céu mais azul, reforça a luz ambiente e diminui os ruídos. Tudo isso leva tempo.

5.1) As refilmagens são quase inevitáveis. Em algum momento, ao olhar sobre as imagens você pode perceber que àquela cena poderia ficar melhor com o drone vindo de outra direção.

Se você tiver o orçamento e flexibilidade vale a pena o investimento para fazer um segundo voo. Além disso, os voos seguintes podem capturar a mesma imagem em um momento diferente, com uma luz diferente e fornecer muito mais material para trabalhar.

6.) Negociar é a alma do negócio! Se você precisa de um trabalho constante com drones, pergunte sobre o preço por “pacote”. Empresas de imagens aéreas costumam flexibilizar valores se o volume das filmagens for maior ou igual a 3. Eles também podem ter tarifas especiais para vários seguimentos, como casamentos, baladas e eventos promocionais.

Sempre pergunte sobre projetos anteriores que a empresa já realizou.

FONTE: administradores.com

Por Marcio Galvão.